• quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

    PEJOTEAR É PRECISO

    PEJOTEAR? Interessante este verbo que só existe na vida e no coração de quem faz uma opção radical pela defesa da vida e pelo Reino da Vida. Pejotear é você assumindo sua cruz nesta sociedade de crucificados todos os dias da vida, fazendo acontecer o Reino agora, neste momento crucial de nossa vocação de batizados/as levando às últimas consequências o Evangelho: "Que todos tenham Vida e a tenham em abundância". Para nós assessores é ter cravado no coração e na alma o mandato de João Batista: "É necessário que Ele cresça e eu diminua". Sempre fui um apaixonado pela causa da juventude e pela Pastoral da Juventude e a mensagem que sempre passo é: A PJ É COM AIDS...SE CONTAMINOU, NÃO VAI ENCONTRAR A CURA. E uma outra sobre a camisa vermelha da PJ: É A NOSSA SEGUNDA PELE...PODEM QUERER ARRANCÁ-LA DE TODOS OS JEITOS, MAS ELA TORNA A CRESCER E A CRESCER E A CRESCER. Na paróquia em que atuo, o padre me chamou para pensarmos um projeto que possa reavivar os grupos de jovens na linha de vivência da PJ...todos os grupos da paróquia são de RCC ou de suas ramificações...e não contribuem em nada com o crescimento pastoral da Paróquia. Só aceitei pois adoro um desafio...e no atual cenário de Igreja, este é um desafio bom demais para ser ignorado...rs... Sobre a Teologia da Libertação...essa galera da Canção Nova tem que ler mais...sempre peço a Deus: "Ó Pai, perdoai-lhes, eles não sabem o que falam". Fiz uma carta e mandei para cá para a lista a algum tempo atrás dizendo que a Teologia da Libertação é apenas a prática dos pobres latino-americanos e caribenhos frente à violência, frente ao abandono, frente à exclusão e à discriminação. É claro que houveram abusos na Teologia da Libertação...mas e os abusos que agora esses ditos "professores" ficam dizendo na tv...não são verborréias explícitas? Não são abusos também? Há espaço para todos/as dentro da Igreja Católica, me surpreende que volta e meia, esse pessoal que não tem nada melhor para fazer em casa, fique procurando motivo para acusar a TdL de marxista, de comunista, de teologia do Capeta...putz...o diabo é teólogo também? Acusam com a maior cara de pau, pessoas com um passado brilhante e que sempre estiveram a favor da defesa da vida, irmãs, padres, bispos, leigos, e são taxados com nomes pejorativos e depreciadores...e não se tomam nenhuma providência...isso sim é absurdo. Engraçado...quem veio antes foi o Cristianismo ou foi o Marxismo? Eu acho que esse povinho não participou das aulas de História Geral, nem de Geografia Política...ah...eu me esqueci, eles só sabem ficar em grupos de oração...esperando tudo cair do céu né...coitados...do céu só pode cair...chuva, raios, balão, avião e cocô de passarinho... Outro dia num bate papo no msn, teve um cidadão que me disse que havia saído da PJ e ido para um grupo de oração...falei no ato: "CARA...QUE RETROCESSO NA SUA VIDA HEIN"...aí ele retrucou dizendo: "AH, EU SAI POIS A PJ É MUITO POLITIQUEIRA..." falei de novo..."ME DESCULPE BROU...VOCÊ ESTÁ MUITO ENGANADO...A ÚNICA POLÍTICA QUE A PJ FAZ É A DEFESA DA VIDA...A MESMA POLÍTICA FEITA PELO MESTRE DE NAZARÉ...SE VOCÊ NÃO CONSEGUIU EXPERIMENTAR ISSO...ENTÃO É MELHOR VOCÊ REALMENTE REVER SUA CAMINHADA". Não tem jeito, quando a gente gosta de algo, a gente defende, independente do que outros possam pensar ou vir a falar. É por isso que agora estou ensinando a galera o verbo: EU PEJOTEIO TU PEJOTEIAS ELE/A PEJOTEIA NÓS PEJOTEAMOS VÓS PEJOTIAIS ELES/AS PEJOTEIAM Abraços fraternos na paz militante do Reino da Vida. Emerson Sbardelotti

    Reações:

    2 comentários:

    1. Já ta adicionado no meu dicionário e não há correção gramatical que tire ele de lah. Maravilhosa mensagem do Emerson.

      ResponderExcluir
    2. Caro Emerson,
      Admiro a sua fervorosidade quando fala da PJ, mas gostaria de acrescentar o meu pensamento sobre o "verbo" pejotear, recém criado. Pejotear é um "verbo" que deve ser aplicado nas ruas, nas praças, nas escolas e em todos os lugares, onde estiver um grupo de jovens conversando ou somente um jovem, que precisa de ajuda. Por isso, lembro que o trabalho da PJ não pode ser limitado dentre as paredes da igreja de sua paróquia ou da sua comunidade.
      Acredito que a PJ da Arquidiocese de Pouso Alegre pode avançar mais através de seus seguimentos (PJE, PJR, PJMP e outros), e estar mais presente nos debates, encontros e demais eventos que têm por objetivo melhorar a vida da população.
      É preciso levantar a bandeira da juventude que torna-se, cada vez mais, refém do tráfico de drogas, da violência, da discriminação, do desemprego, da prostituição, da educação de baixa qualidade e da falta de acesso aos serviços de saúde, a falta de espaços para o esporte e a cultura e diversos problemas que prejudicam a construção de uma sociedade mais justa e fraterna.
      A PJ precisa ser, sempre, sal da terra e luz do mundo.
      Por isso... numa só força, num só pensamento e num só coração...

      Um grande abraço a todos os pejoteiros!
      Wagner Goulart

      ResponderExcluir