• segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

    Boas-vindas aos membros da Delegação Oficial da CNBB para a JMJ 2011‏

    Queridos jovens, padres, religiosas.

    Queridos delegados da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2011.



    Com grande alegria, envio estas boas-vindas a todos vocês, convidados a fazer parte dessa delegação, a primeira da história de nossa Conferência. Cada um de vocês reflete o rosto jovem de nossa Igreja, são lideranças em suas dioceses nas diversas expressões juvenis: pastorais da juventude, congregações, movimentos e novas comunidades. Foram escolhidos por seus bispos e assessores nacionais e isso só aumenta a importância e representatividade deste grupo.



    As Jornadas, sonhadas e idealizadas por João Paulo II, ajudaram muitos jovens a fortalecerem e redescobrirem sua fé e, a tantos outros, a se aproximarem de Cristo e se colocarem a serviço dos irmãos. A JMJ é um tempo especial de peregrinação: este é o espírito com o qual devemos participar deste grande encontro da juventude com Cristo, com jovens de todos os continentes, com as lideranças de nossa Igreja e com o Santo Padre. Não faremos uma viagem turística, mas trilharemos um caminho de fé que já se inicia com os diversos preparativos.



    Caros jovens, esta nossa Delegação Oficial da CNBB para a Jornada Mundial da Juventude tem grandes objetivos a serem alcançados:



    - Vivência da fé: Sem dúvida alguma, vocês estão recebendo um grande presente de Deus para o fortalecimento da sua vida de discípulo-missionário. Aproveite para aumentar seu amor por Jesus Cristo, pela Igreja e pela sua proposta de Reino! A JMJ, desde a sua preparação, deve fazer parte de seu projeto de vida e auxiliá-lo no maior envolvimento com sua Comunidade local. É ali que você foi chamado a ser, verdadeiramente, ‘jovem, evangelizando jovens’



    - Convivência de irmãos: A experiência da peregrinação durante a JMJ e a semana que antecede o evento, conhecida como Dias nas Dioceses, ajudarão a fortalecer a convivência entre as diferentes expressões juvenis de nossa Igreja no Brasil, a exemplo do que buscamos viver em nossos Setores Diocesanos Juventude. Queremos ver nossas lideranças jovens integradas e trocando experiências em Madri-2011;



    - Capilaridade organizativa: A partir desta delegação, com representantes das diferentes expressões que trabalham com juventude e jovens lideranças das dioceses do Brasil, esperamos formar uma rede nacional que nos ajude a capilarizar o trabalho realizado na CNBB. Assim, conseguiremos que todas as formações e informações cheguem com mais facilidade nos mais diversos lugares do nosso imenso Brasil;



    - Observação estratégica: Este último objetivo é estratégico para o trabalho com as juventudes pela Igreja no Brasil nos próximos anos. Cada membro dessa delegação além de participar intensamente da JMJ, irá analisar o evento: pontos positivos e negativos. Essa análise será essencial para nos animarmos, nos prepararmos e nos organizarmos bem em vista da Jornada Mundial da Juventude que acontecerá em breve no Brasil. Na semana anterior à JMJ a nossa delegação terá a oportunidade de fazer uma rica experiência em cinco diferentes realidades espanholas observando como acontece essa vivência de Jornada em ambientes distintos.



    Para atingir estes objetivos foi constituída, também, uma Coordenação Nacional da Delegação composta de jovens de diferentes realidades ligadas à evangelização juvenil. Ao todo são 15 jovens, de todas as regiões do país, que estarão à frente da formação, preparação e acompanhamento da nossa delegação.



    Subsídio

    Esse grupo de coordenação elaborou um subsídio para estimular todas as Dioceses do Brasil a realizar as “Jornadas Diocesanas de Juventude” como acontece no mundo inteiro a cada Domingo de Ramos; em sua diocese ela pode acontecer na data que for mais conveniente. Esse pequeno livro, lançado em 27 de janeiro, tem a intenção de fazer com que todos os jovens do Brasil, inseridos nas mais diversas expressões eclesiais possam preparar-se para a realização dessas jornadas, já que a grande maioria de nossa juventude não terá a oportunidade de ir a Madri. Pedimos que nos ajudem para que nenhum jovem deixe de ter esse subsidio que foi feito a preço popular para aquisição por todos.



    Rede social

    Para facilitar o contato entre todos da delegação para informações, formação e preparação para a Jornada Mundial da Juventude foi criada uma rede social exclusiva: http://delegacaobrasil.ning.com/. Vocês receberão em seus emails o convite para fazer parte da rede Delegação Brasil no dia 11 de fevereiro. Essa rede será o ponto de encontro de todos nós para trocarmos experiências, nos conhecermos melhor e podermos ir bem irmanados e preparados para essa aventura única da fé.



    Aproveitemos bem desta grande oportunidade que Deus nos concede e a Igreja organiza para o fortalecimento de nossa opção radical por Jesus Cristo, a partir do mundo juvenil. Para evitarmos fazer da JMJ um mero evento de massa precisamos valorizar, desde nossa realidade paroquial e diocesana, todos os grupos, espaços e expressões que têm apostado na juventude. Em nível nacional queremos que a JMJ seja evento eclesial que nos traga benefícios evangelizadores: antes, durante e depois de sua realização. E temos certeza de que isso é possível!



    Amados jovens, a Igreja do Brasil agradece por vocês acolherem esse convite de viver a experiência das Jornadas Mundiais da Juventude. Temos certeza de que essa delegação proporcionará inúmeros frutos em vista da unidade proposta em nosso documento 85 e para o futuro promissor do trabalho de evangelização de tantos e tantas jovens em nosso Pais.



    Coloco a todos sob o olhar terno e o coração jovial de Maria.



    Dom Eduardo Pinheiro da Silva, SDB

    Bispo referencial para a Juventude-CNBB

    “Basta que sejais jovens para que eu vos ame” (D. Bosco)

    Reações:

    0 comentários:

    Postar um comentário