• segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

    Ampliada Nacional da PJ fez análise de conjuntura e olha as realidades dos regionais

    Pastoral da Juventude olhando para a realidade

    Ampliada Nacional da PJ fez análise de conjuntura e olha as realidades dos regionais

    O segundo dia da Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude (ANPJ), 9/1, começou com a celebração eucarística presidida por Dom Eduardo Pinheiro, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Campo Grande e Referencial do Setor Juventude da CNBB, retomando a história de nosso batizado a partir do batismo de Jesus.
    Roberta Agustinho e Paula Grassi, Coordenação Nacional da PJ pelos Regionais Sul 1 e Sul 3 da CNBB, respectivamente, abriram a coordenação da plenária, resgatando a importância das mulheres na história do povo de Deus e o protagonismo e profetismo feminino.
    No período da manhã os/as jovens visitaram as tendas de cada Regional, a fim de observar os desafios e destaques apresentados nas diversas realidades do Brasil. Posteriormente, realizaram um debate em grupo, a fim de partilhar os dados colhidos, culminando na montagem de um painel artístico.
    Ainda no período da manhã, tivemos a fala de Dom Eduardo Pinheiro e de Pe. Carlos Sávio, este último Assessor Nacional do Setor Juventude da CNBB. Os temas que permearam suas falas passaram pela próxima Jornada Mundial da Juventude e a evangelização dos/as jovens no Brasil neste contexto.
    A manhã desse segundo dia de ANPJ encerrou-se com uma homenagem a Pe. Sávio por toda sua contribuição na Comissão Nacional de Assessores/as da Pastoral da Juventude, nesses 3 anos.
    Logo após o almoço, foi dado início a análise de conjuntura com foco na vida da juventude, olhando para os aspectos eclesiais e sociais para iluminar o caminho a ser trilhado. Felipe Freitas, membro da Coordenação Nacional da Campanha Nacional Contra a Violência e Extermínio de Jovens, fez a análise de conjuntura social. Trazendo o cenário político-econômico-social, onde, de forma pertinente, se encontra o contexto juvenil. Solange Rodrigues, assessora do ISER Assessoria, fez a análise de conjuntura eclesial, trazendo a caminhada da Pastoral da Juventude no Brasil, os documentos eclesiais e sobre a juventude neste contexto.
    Seguindo essa análise, os/as delegados/as foram convidados/as a fazerem trabalhos em grupos para discutir as seguintes perguntas:

     Quais destes aspectos afetam a vida da juventude mais diariamente?

     Que outros aspectos não foram mencionados também atingem a vida da juventude?

     Quais as boas sementes que estamos plantando, enquanto PJ?

    Partindo das discussões, os grupos partilharam em plenária, o que se produziu em cada um desses debates.

    Nestas reações à analise dos assessores, Felipe afirmou à plenária que “Articular uma ação na dimensão sócio-transformadora é uma das dificuldades levantadas”. Ele lembrou que essa é uma das dimensões que fazem parte das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. Solange falou da necessidade de “[...] buscarmos elementos que precisam ser tecidos para iluminar o planejamento que a PJ vai fazer daqui para frente. Com a colaboração de cada um e de cada uma é que essa Ampliada se realizará”.
    O segundo dia da ampliada encerrou-se com a Noite Cultural, onde se apresentou a Região Nordeste. Muita música, cores, sotaques, sorrisos e alegria nessa grande festa de cultura.

    Reações:

    0 comentários:

    Postar um comentário