• segunda-feira, 15 de novembro de 2010

    Ministério Jovem - RCC recebe secretária nacional da PJ

    Hildete Emanuele: Somos jovens que se colocam na
     construção do mesmo reino - Foto:
    Blog do Pe. Alex Cordeiro


    A secretária nacional da Pastoral da Juventude, Hildete Emanuele, participou na última quinta-feira (11) da reunião dos coordenadores estaduais do Ministério Jovem (MJ) da RCC, realizada no Rio de Janeiro. Em pauta a Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio de Jovens.
    Hildete Emanuele: Somos jovens que se colocam na construção do mesmo reino - Foto: Blog do Pe. Alex Cordeiro
    Antes de falar da Campanha Hildete abordou as diferenças e a necessidade de diálogo entre pastoral e movimento. “Somos diferentes sim, mas somos jovens que se colocam na construção do mesmo reino, que é de paz, de justiça, de amor e de solidariedade”, destacou.
    Os participantes debateram sobre políticas públicas, direitos da juventude e dançaram a Ciranda pela Vida da Juventude. Ao final os padres presentes abençoaram Hildete e o coordenador nacional do MJ, Marcio Zolin, pela a iniciativa de união (foto).
    Para a secretária nacional da PJ, a reunião contribuiu para fortalecer os projetos em prol da vida dos jovens. “Percebo e percebi que o contato com o diferente fortalece a nossa identidade e a nossa missão. Convoco a cada um a abrir o coração e quebrar alguns preconceitos em nome de um projeto que é bem maior do que as nossas diferenças”, disse.

    Repercussão
    O assessor do Setor Juventude da Arquidiocese de Curitiba, padre Alex Cordeiro, um dos participantes da reunião, ficou impressionado com a presença da secretária nacional da PJ. No Twitter ele divulgou trechos da fala de Hildete e em seu blogdedicou uma postagem para abordar o encontro entre as lideranças nacionais da PJ e da RCC.
    “Parabéns aos jovens do Brasil por este passo dado rumo à unidade sem uniformizações, reconhecendo a beleza de expressões tão diversas. Foi lindo ver o que ocorreu neste encontro! Vi a Igreja verdadeiramente Católica se expressar na ciranda pela vida!”, escreveu padre Alex, justificando o fato como um momento “histórico” na caminhada da juventude católica brasileira.

     



    Reações:

    0 comentários:

    Postar um comentário